Corpo de Eliseu Resende é sepultado em Belo Horizonte

O corpo do senador Eliseu Resende (DEM-MG) foi enterrado na tarde de hoje no cemitério Parque da Colina, em Belo Horizonte. Familiares, amigos e políticos acompanharam o sepultamento, no momento em que uma forte chuva atingiu a capital mineira. O parlamentar morreu na noite de domingo em São Paulo, aos 81 anos, vítima de uma insuficiência renal. Ele estava internado no Instituto do Coração (Incor) desde o fim de novembro, quando a equipe médica constatou um tumor no intestino.

EDUARDO KATTAH, Agência Estado

04 de janeiro de 2011 | 17h35

O corpo de Resende foi velado ontem em Belo Horizonte e, depois, seguiu para Oliveira, no centro-oeste do Estado, terra natal do parlamentar. Após uma missa, no início da tarde de hoje, retornou para a capital mineira, onde foi sepultado. Acompanharam o enterro diversas autoridades políticas do Estado, entre elas o governador Antonio Anastasia (PSDB), o senador eleito Itamar Franco (PPS) e o ex-governador de Minas Francelino Pereira, além de deputados federais e estaduais.

Engenheiro civil, Resende ocupou os cargos de diretor-geral do Departamento Nacional de Estradas de Rodagem (DNER) e ministro dos Transportes na gestão de João Figueiredo. Filiado ao antigo PDS, deixou o Ministério dos Transportes em 1982 para concorrer ao governo de Minas Gerais, sendo derrotado por Tancredo Neves. Voltou a ser ministro em 1993, durante o governo presidencial de Itamar, quando ocupou a Fazenda.

Eliseu Resende foi eleito deputado federal por três mandatos consecutivos pelo PFL (hoje rebatizado de DEM), em 1994, 1998 e 2002. Em 2006, foi eleito para uma cadeira no Senado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.