Coordenador do Dnit diz que deixou cargo por motivo pessoal

O ex-coordenador geral da regional mineira do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (Dnit), Gelson Cunha, disse, por meio de sua assessoria de imprensa, que pediu sua exoneração do cargo por motivos particulares. O pedido foi aceito pelo ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, que já nomeou o adjunto de Cunha, Sebastião de Abreu Ferreira, para assumir a coordenação do Dnit em Minas.A assessoria do escritório regional do Dnit disse ainda que a troca de comando não teve motivação política e não vai interferir na execução da operação tapa-buraco em rodovias do Estado.Minas Gerais é o Estado que receberá o maior volume de recursos para o programa. Ao todo, serão aplicados cerca de R$ 63,8 milhões para a realização de reparos em mais de 3.000 quilômetros de rodovias que cortam o território mineiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.