Convite de Dilma a Temer 'consolida' aliança, diz Sarney

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-SP), comentou a consolidação da aliança entre PT e PMDB na campanha presidencial. Ontem à noite, durante um jantar, o presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), foi convidado a ser candidato a vice na chapa encabeçada pela ex-ministra Dilma Rousseff (PT). "Acho que essa aliança está consolidada", afirmou o peemedebista.

ANA PAULA SCINOCCA, Agência Estado

05 Maio 2010 | 12h21

"O nosso candidato é o deputado Michel Temer, ele é o presidente do partido, ele tem uma liderança muito grande e, ao longo dos anos, trabalhou para se impor e ser indicado para essa posição. Mas eu ainda não sei os detalhes, nem conheço o que ele conversou com Dilma", disse Sarney, ao chegar ao Congresso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.