Convite a Lobão para ministério depende de 'discussão', diz Lula

Presidente confirma reunião com o senador na quarta-feira, que poderá ocupar o cargo em Minas e Energia

15 de janeiro de 2008 | 17h53

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva confirmou nesta terça-feira, 15,  em entrevista nesta capital, que terá na quarta-feira uma conversa com o senador Edison Lobão (PMDB-MA), mas fez a ressalva de que ainda não está certo que o convidará para assumir o cargo de ministro de Minas e Energia. "Eu vou ter uma conversa com ele (Lobão), e vamos estabelecer uma discussão", disse Lula. "O problema é que o PMDB, por unanimidade, indicou o Lobão, mas eu disse ao PMDB que isso vai depender de uma conversa com ele, que será feita amanhã", explicou o presidente.   A conversa começou quando jornalistas perguntaram a Lula se o senador Lobão se tornaria ministro na quarta. O presidente abriu um sorriso e disse: "Não. Não. Não. Eu vou ter uma conversa com ele amanhã."   O cargo de ministro de Minas e Energia está sendo ocupado interinamente pelo economista Nelson Hubner, ligado à ministra-chefe da Casa Civil, em substituição ao peemedebista Silas Rondeau, que renunciou após ser acusado de favorecimento por uma empreiteira.

Mais conteúdo sobre:
LobãoMinas e Energia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.