Convenção do PMDB começa em clima de festa

A Convenção Nacional do PMDB para eleger a nova direção do partido começou às 9h30 da manhã em clima de festa. As torcidas organizadas chegaram logo cedo, animadas por dois carros de som, um de cada candidato à presidência da sigla. Tanto um carro de som quanto o outro tocavam músicas sertanejas e os oradores faziam discursos em favor das candidaturas do presidente em exercício do partido, senador Maguito Vilela e do ex-presidente da Câmara, deputado Michel Temer. O esquema de segurança montado foi suficiente até agora para evitar conflitos entre as torcidas organizadas. Estão nas dependências do Colégio Marista de Brasília cerca de 1500 torcedores de cada um dos candidatos que vieram em caravanas de vários estados. Foram montadas três lonas de circo para proteger os torcedores do sol que não puderem ingressar no ginásio de esportes, com capacidade para cerca de 2 mil pessoas. Foram destacados para fazerem a segurança do encontro, 400 homens da Polícia Militar e diversas companhias operacionais. Outros 100 homens estão de prontidão. Além disso, cerca de 80 homens e mulheres de uma empresa particular de segurança estão controlando o ingresso no ginásio de esportes e a circulação de convencionais e torcedores. As torcidas foram separadas em duas alas para evitar confrontos. Na arquibancada do lado esquerdo ficaram os torcedores de Temer e a do lado direito, os de Maguito. Nas imediações do colégio, muitas faixas e cartazes dos dois candidatos e balões nas cores do PMDB: vermelho, laranja, amarelo, preto e branco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.