Contratar parentes não afeta imagem de Sarney, diz Temer

Lista de parentes do senador contratados pelo Senado inclui um neto, uma cunhada, uma nora e duas sobrinhas

Ana Conceição, da Agência Estado,

19 de junho de 2009 | 15h56

O presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer (PMDB-SP), disse nesta sexta-feira, 19,  em São Paulo que o fato de o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), ter parentes contratados pela Casa não cria embaraços para o colega de partido. "Ele tem uma vida pública extensa e louvável e o fato de ter parentes no Senado ou em outros setores não denigre a imagem do senador", afirmou.

 

Veja também:

som ÁUDIO: Sarney fala sobre mudanças moralizadoras

especialAs medidas apresentadas para combater a crise no Senado

documento Leia a íntegra da defesa do presidente do Senado

mais imagens GALERIA DE FOTOS: Sarney discursa no Senado

lista O ESTADO DE S. PAULO: Senado acumula mais de 300 atos secretos

especialEntenda o escândalo dos cargos e benesses do Senado

linkSenado tinha atos 'top secret' que nem saíam da gaveta

 

A lista de parentes do senador contratados pelo Senado inclui um neto, uma cunhada, uma nora e duas sobrinhas, além de parentes do genro Jorge Murad, marido de sua filha Roseana Sarney, governadora do Maranhão.

 

Temer se disse satisfeito com as providências tomadas por Sarney e acredita que o assunto será esquecido em breve. "O presidente do Senado tem tomado providências, medidas já começam a ser executadas. Acho que logo, logo isso também sairá também de foco", afirmou, antes de proferir palestra no 1º Encontro Nacional de Magistrados de Segunda Instância.

 

Sarney anunciou hoje a criação de uma comissão de sindicância para investigar as denúncias da existência de atos secretos no Senado. De acordo com o parlamentar, a comissão será acompanhada por representantes do Ministério Público Federal e do Tribunal de Contas da União (TCU) e terá garantida a sua independência, subordinando-se apenas à mesa do Senado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.