Reprodução
Reprodução

Conta de Temer foi invadida, afirma assessoria sobre polêmica no Twitter

Perfil do vice-presidente na rede social publicou imagem de Michel Temer em matéria de jornal afirmando que 'agora quem manda no Brasil é ele'

João Villaverde e Vera Rosa, O Estado de S. Paulo

15 de março de 2015 | 19h21

Atualizado às 21h11

Brasília - A conta no Twitter do vice-presidente da República, Michel Temer, exibiu neste domingo, durante alguns minutos, a reprodução de uma capa do jornal 'Diário de S.Paulo', com o título "Agora quem manda no Brasil é ele" acima de uma foto sua e sob a inscrição "Jogo do poder". À noite, o ministro da Justiça José Eduardo Cardozo defendeu que os textos não tinham relação com os eventos deste domingo, contrários ao governo, mas preferiu que fossem retirados para "evitar polêmicas".

"Como estava iniciando polêmica, mandei tirar. Acho que nessa hora é preciso buscar convergência. Eu sou contra qualquer discurso de ódio, mas para evitar qualquer tipo de polêmica eu já mandei que fosse tirado", disse Cardozo


O episódio ocorreu em meio aos vários protestos espalhados pelo País contra o governo federal neste domingo. Entre os temas principais dos atos era a pedida da saída da presidente Dilma Rousseff.

Questionada sobre o episódio, a assessoria de Temer informou ter havido uma invasão da conta do vice-presidente por hackers.

Na própria conta de Temer no Twitter, veio a resposta oficial: "O Twitter do vice-pres. Michel Temer foi invadido. Estamos tomando as providências cabíveis. Twittes recentes não tem ligação com o VPR".

Tudo o que sabemos sobre:
protestosDilma RousseffMichel Temer

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.