Conta de luz sobe em 127 cidades

A conta de luz ficou mais cara nesta terça-feira para 650 mil residências, comércios e pequenas e médias indústrias de 127 municípios do interior de São Paulo, Minas Gerais e Paraná. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) publicou hoje os porcentuais de revisão das tarifas de 10 distribuidoras de energia, que variam de 20,4% a 1,43%, negativo.Outra decisão da Aneel terá um impacto de 2,54% nas tarifas de energia de todo o País na ocasião dos reajustes tarifários anuais. A agência estabeleceu para este ano novos valores para a Conta de Consumo de Combustíveis (CCC) e para a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), itens que fazem parte da tarifa de energia. O aumento de 40,63% para a CCC resultará em um reajuste de 1,75%, em média, nas contas de luz. A elevação de 34,73% para a CDE elevará as tarifas em 0,79%.A previsão da Aneel é de que a cota da CCC será de R$ 2,872 bilhões e a da CDE de R$ 1,449 bilhão. A CCC é usada para cobrir os custos do uso de combustíveis fósseis e é rateada entre todos os consumidores de energia elétrica do País. A arrecadação da CDE é usada para promover a competitividade da energia elétrica produzida por usinas que utilizam fontes alternativas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.