Consulado pedirá liberação de corpos dos portugueses

O consulado português no Ceará vai pedir à perícia que agilize a liberação dos corpos dos seis turistas assassinados em Fortaleza. Há expectativa de que os corpos sejam levados para Portugal até o fim desta semana. Cinco pessoas envolvidas na chacina já estão presas e, para a polícia, não há mais duvidas de que o crime foi premeditado.Ontem, o português Luís Miguel Militão Guerreiro, o principal suspeito, confessou ter planejado a morte dos seis empresários um mês antes da chegada deles ao Brasil. A polícia descobriu também que todos os empresários foram enterrados vivos.Segundo informações da Globo News, o cônsul de Portugal no Ceará, Carlos Pimentel, vai se reunir hoje com o chefe da perícia para pedir pressa na liberação dos corpos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.