Consenso permitirá rápida tramitação da CPMF, diz Tebet

O presidente do Senado, Ramez Tebet (PMDB-RS) , disse que a proposta de emenda constitucional que prorroga a CPMF terá um rito de tramitação normal. "A CPMF seguirá o rito do regimento do Senado e da Constituição", afirmou. Ele acrescentou que uma tramitação em ritmo mais acelerado só acontecerá se houver consenso absoluto como ocorreu na votação da emenda constitucional que restringiu a imunidade parlamentar. Tebet disse ainda que é de responsabilidade do PFL a decisão de obstruir as votações no Congresso em represália à intimação recebida pela ex-governadora Roseana Sarney no último domingo. Ele lembrou que no momento a pauta do Senado está desobstruída. Informou, porém, que caso a Câmara aprove uma das medidas provisórias que já está com prazo de tramitação vencido, fará um apelo aos líderes partidários para que votem a matéria. O seu obetivo é evitar que haja acúmulo de medidas provisórias obstruindo a pauta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.