Conselho vota relatório do caso Renan na quarta-feira

O Conselho de Ética do Senado volta se reunir na quarta-feira para votar o relatório que recomenda a cassação do mandato do presidente da Casa, senador Renan Calheiros (PMDB-AL). O pedido de vista do processo foi apresentado pelo senador Wellington Salgado (PMDB-MG). A votação do relatório será aberta, conforme decisão do Conselho, configurando a uma nova derrota de Calheiros. Ele é acusado de ter despesas pagas por um lobista da empreiteira Mendes Júnior.A oposição derrotou os aliados por dez votos a cinco, com a colaboração dos senadores petistas Eduardo Suplicy (SP) e Augusto Botelho (RR). Além desses dois, optaram pelo voto aberto os senadores Renato Casagrande (PSB-ES), Demóstenes Torres (DEM-GO), Heráclito Fortes (DEM-PI), Aldemir Santana (DEM-DF), Marconi Perillo (PSDB-GO), Marisa Serrano (PSDB-MS), Jefferson Peres (PDT-AM) e Romeu Tuma (DEM-SP). Pelo voto fechado votaram os senadores Valdir Raupp (PMDB-RO), João Pedro (PT-AM), Wellington Salgado (PMDB-MG), Almeida Lima (PMDB-SE) e Fátima Cleide (PT-RO).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.