Conselho investiga citados em CPI

O corregedor nacional do Ministério Público, conselheiro Sandro Neis, determinou a abertura de sete procedimentos disciplinares para apurar suspeita de envolvimento de procuradores e promotores - citados no relatório final da CPI dos Grampos, da Câmara -, em interceptações telefônicas ilegais e investigações abertas com base em denúncia anônima.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.