Conselho de Ética vai notificar 16 sanguessugas por edital

Depois de tentar por três vezes notificar pessoalmente deputados acusados de suposto envolvimento com a máfia das ambulâncias, o Conselho de Ética da Câmara vai publicar amanhã editais de notificação. Nesta segunda-feira,11, funcionários do colegiado conseguiram entregar o documento para sete acusados pessoalmente ou por intermédio de seus assessores, subindo para 51 o número de notificados. Mas, 16 fujões serão avisados formalmente do processo pelo Diário da Câmara, Diário Oficial da União e por jornais de circulação nacional.O presidente do conselho, Ricardo Izar (PTB-SP), vai encaminhar nesta terça-feira, 12, os editais para publicação. Com isso, começará a contagem do prazo de cinco sessões do plenário para a apresentação da defesa. Para atrasar o processo, alguns deputados fogem da notificação, o que levou a Câmara a adotar o critério de publicar o edital depois de três tentativas, uma delas com hora marcada.As primeiras notificações foram feitas no dia 29 de agosto. Com o recesso branco, no entanto, foram realizadas apenas duas sessões ordinárias que serviram para contar prazos para os primeiros 20 notificados. A CPI das Sanguessugas pediu a cassação de 69 deputados, mas dois renunciaram aos seus mandatos para fugir do processo.Nesta segunda-feira foram notificados os deputados José Divino (sem partido-RJ), João Grandão (PT-MS), Ildeu Araújo (PP-SP), Isaías Silvestre (PSB-MG), Júnior Betão (PL-AC), Maurício Rabelo (PL-TO) e Neuton Lima (PTB-SP).Os deputados que não foram notificados são:1. Almeida de Jesus (PL-CE)2.Carlos Nader (PL-RJ)3.Edna Macedo (PTB-SP)4.Elaine Costa (PTB-RJ)5.Enivaldo Ribeiro (PP-PB)6.Fernando Gonçalves (PTB-RJ)7. Heleno Silva (PL-SE)8.Irapuã Teixeira (PP-SP)9. Íris Simões (PTB-PR)10. João Batista (PP-SP)11. João Caldas (PL-AL)12. Marcos Abramo (PP-SP)13. Nilton Capixaba (PTB-RO)14. Raimundo Santos (PL-PA)15. Reginaldo Germano (PP-BA)16. Ricardo Rique (PL-PB)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.