Conselho de Ética ouve assessores de senadora petista nesta 3ª

Os senadores Paulo Octávio (PFL-DF) e Sibá Machado (PT-AC) devem ouvir, nesta terça-feira, 19, os assessores da senadora Serys Slhessarenko (PT-MT), no Conselho de Ética do Senado. A senadora é acusada de envolvimento na compra superfaturada de ambulâncias com recursos do Orçamento.Paulo Octávio, relator do processo, e Sibá querem saber se o genro de Serys, Paulo Roberto Ribeiro, freqüentava habitualmente o gabinete da senadora e se tinha algum tipo de ingerência na apresentação de emendas parlamentares ao Orçamento.O empresário Luiz Antônio Vedoin, um dos sócios da Planam, empresa apontada como intermediadora na venda de ambulâncias, disse que entregou a Paulo Roberto R$ 35 mil, em espécie, como pagamento de comissão por emendas que a senadora apresentaria para a compra de ambulâncias. Paulo Roberto negou que tenha recebido o dinheiro, mas disse que recebeu de um cunhado de Vedoin cheque no valor de R$ 37,2 mil pela venda de equipamentos hospitalares à Planam. Ele afirmou também que não tem relação política com a sogra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.