Conselho de Ética do Senado vai se reunir às 15 horas

Paulo Duque (PMDB-RJ) é o mais cotado para presidir o conselho, que pode investigar presidente Sarney

Eugênia Lopes, de O Estado de S.Paulo,

15 de julho de 2009 | 14h17

Foi marcada para as 15 horas a reunião do Conselho de Ética, no Senado, para eleger o novo presidente do órgão. O senador Paulo Duque (PMDB-RJ) é o mais cotado para presidir o conselho. O horário da reunião foi definido pelos líderes do PMDB, Renan Calheiros e do PTB, Gim Argello e pelos senadores Wellington Salgado e Paulo Duque.

 

Veja Também:

especialESPECIAL MULTIMÍDIA: Entenda os atos secretos e confira as análises

trailer Galeria: vista aérea da casa particular de José Sarney na Península dos Ministros 

lista Confira a lista dos 663 atos secretos do Senado

lista O ESTADO DE S. PAULO: Senado acumula mais de 300 atos secretos

lista O ESTADO DE S. PAULO: Neto de Sarney agencia crédito no Senado 

 

Ao ser indagado se seria mesmo presidente do conselho, Duque respondeu: "o que vier eu traço". Renan e Salgado se reuniram em seguida com o presidente do Senado, José Sarney, que tem três denúncias e uma representação contra ele, no Conselho de Ética, por quebra de decoro parlamentar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.