Conselho de Ética adia votação de segundo processo contra Renan

O presidente do Conselho de Ética,senador Leomar Quintanilha (PMDB-TO) anunciou o adiamento paraquarta-feira da semana que vem da sessão que votaria o segundoprocesso por quebra de decoro parlamentar contra RenanCalheiros (PMDB-AL). O presidente do Senado, que já foi absolvido em plenário daacusação de ter despesas pessoais pagas por lobista daconstrutora Mendes Júnior, responde por suposto tráfico deinfluência em favor da cervejaria Schincariol. O motivo do adiamento é aguardar a reunião da Mesa Diretorado Senado, na quinta-feira, que decide se encaminha ao Conselhode Ética a quarta representação contra o peemedebista,referente à denúncia de desvio de dinheiro público junto aministérios administrados pelo PMDB. O Conselho de Ética já acatou uma terceira representaçãocontra Renan, relativa ao suposto uso de laranjas para a comprade duas emissoras de rádio e um jornal em Alagoas. O adiamento fortalece a proposta feita nesta terça-feirapelo senador Aloizio Mercadante (PT-SP) de criar um cronogramaúnico para a apreciação de todos os processos contra Renan.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.