Conselho aprova relatório de Saturnino Braga

O Conselho de Ética do Senado acaba de aprovar o relatório do senador Saturnino Braga (PSB-RJ) sobre a violação do painel da Casa. O texto pede a abertura de processo de cassação contra os senadores Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) e José Roberto Arruda (sem partido-DF). Mesmo alguns senadores do PFL votaram a favor do relatório, contando em aprovar destaques que poderão neutralizar a sugestão de cassação contida no texto.Os senadores do PFL da Bahia, Waldeck Ornélas e Paulo Souto, tentaram sem sucesso ver apreciado pela Comissão um voto em separado que suavizava a punição dos dois senadores. Se aprovado, esse voto substituiria o relatório de Braga. Embora pefelistas de outros Estados que não a Bahia tenham acompanhado o relatório, o partido apresentou diversos destaques que, nas palavras de Saturnino Braga, "desfiguram" o relatório, e que devem ser votados em seguida.Depois, a questão passa à Mesa Diretora do Senado, que terá até 15 dias para decidir se inicia ou não o processo que pode levar à destituição do mandato dos dois senadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.