Conselho adia votação de 2º processo contra Renan

O presidente do Conselho de Ética, Leomar Quintanilha (PMDB-TO), cancelou a reunião que discutiria amanhã o processo em que o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), é acusado de interferir a favor da Schincariol para quitar dívidas junto ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Quintanilha irá aguardar a decisão da mesa da Casa que se reúne na quinta-feira para saber quais os processos serão encaminhados ao Conselho contra Renan e se, regimentalmente, podem ser discutidos e votadas em uma única sessão. Hoje, o senador Aloizio Mercadante (PT-SP) propôs que o Conselho de Ética suspendesse a votação dessa representação contra Calheiros. Ele defendeu que as representações contra o presidente do Senado, ainda pendentes de avaliação da mesa do Senado, sejam unificadas em uma única votação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.