Conselheiro da Anatel é cotado para vaga de Hélio Costa

O nome de Antônio Bedran, conselheiro da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), surgiu com força para substituir Hélio Costa no comando do Ministério das Comunicações. O ministro deixará o cargo no fim do mês possivelmente para concorrer ao governo de Minas Gerais pelo PMDB. A indicação de Bedran é trabalhada em conjunto por PMDB e PT, dentro da aliança nacional que deverá apoiar a candidatura da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, à sucessão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

AE, Agencia Estado

17 de março de 2010 | 12h03

Bedran tem conhecimento do marco regulatório das telecomunicações, fundamental para este momento de definição do Plano Nacional de Banda Larga. Com formação em Direito, Bedran já trabalhou na Embratel e na Telemig antes da privatização do Sistema Telebrás e foi consultor jurídico da pasta, de 1994 a 1998, no governo de Fernando Henrique Cardoso. Em 1998, passou a ser procurador-geral da Anatel, onde ficou até 2007, nomeado para o conselho diretor da agência.

A escolha atenderia ao critério técnico exigido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e ao político, contentando Hélio Costa, de quem é amigo. O nome de Bedran já foi apresentado à ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, que teria "adorado" a ideia, segundo um interlocutor do governo. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.