Gabriela Biló/Estadão
Gabriela Biló/Estadão

Conheça os candidatos a presidente do Senado

Rodrigo Pacheco e Simone Tebet são os favoritos para ocupar o cargo; conheça todos os senadores que oficializaram a candidatura

Redação, O Estado de S.Paulo

28 de janeiro de 2021 | 11h00

O novo presidente do Senado será escolhido na próxima segunda-feira, 1º de fevereiro. Com a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que barrou a reeleição na mesma legislatura, o senador Davi Alcolumbre deixa o cargo após dois anos à frente da Casa. 

Quatro candidatos disputam os votos dos 81 senadores. Entre eles, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) e Simone Tebet (MDB-MS) são favoritos, com a maior parte dos votos declarados. 

O placar do Estadão monitora os apoios que já foram declarados até agora pelos senadores. Confira quem são os candidatos:

Rodrigo Pacheco (DEM-MG)

Herdeiro de empresas de transporte rodoviário em Minas Gerais, Pacheco foi indicado pelo atual presidente do Senado, Davi Alcolumbre. Ele está em seu primeiro mandato como senador. Antes disso, foi deputado federal por um mandato. Formado em Direito, já foi conselheiro da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) nas esferas estadual e federal. Com a indicação de Alcolumbre, recebeu o apoio do Palácio do Planalto para a disputa

Simone Tebet (MDB-MS)

Presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a mais importante comissão da Casa, Simone Tebet disputa a presidência do Senado pela segunda vez. Ela chegou a lançar sua candidatura em 2019, como alternativa ao nome de Renan Calheiros no MDB, mas foi preterida dentro da bancada. Ela já foi prefeita de Três Lagoas (MS) por dois mandatos, vice-governadora do Mato Grosso do Sul na gestão de André Puccinelli, e está em seu primeiro mandato no Congresso Nacional. 

Para Entender

Veja o placar da eleição para presidente do Senado

Rodrigo Pacheco (DEM), Simone Tebet (MDB), Major Olímpio (PSL) e Jorge Kajuru (Cidadania) são os candidatos à presidência da Casa; saiba como estão distribuídos os votos para a sucessão de Davi Alcolumbre por Estado e por partido

Major Olímpio (PSL-SP)

Crítico do presidente Jair Bolsonaro dentro do PSL, Major Olímpio também ensaia uma candidatura à chefia do Senado pela segunda vez. Em 2019, ele desistiu da candidatura no mesmo dia da votação a pedido do partido. Ex-policial militar e integrante da Bancada da Bala, foi deputado estadual em São Paulo duas vezes, deputado federal

Jorge Kajuru (Cidadania-GO)

Jornalista esportivo, trabalhou em programas de rádio e televisão até se lançar na política. Assumiu seu primeiro mandato parlamentar em 2016, como vereador em Goiânia, e dois anos depois foi eleito senador. Ao anunciar sua candidatura à presidência da Casa, Kajuru admitiu que decidiu se lançar na disputa para marcar posição contra o senador Davi Alcolumbre e usar o tempo de exposição na tribuna, mas que apoia a candidatura de Simone Tebet. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.