Congresso retoma trabalhos nesta 4ª com a pauta trancada

Tentativa da oposição de instalar CPI dos cartões corporativos também deve marcar volta do recesso de Carnaval

06 de fevereiro de 2008 | 10h20

O Congresso volta nesta quarta-feira, 6, do recesso e a sua prioridade será a votação da proposta orçamentária. A reabertura dos trabalhos está marcada para 16 horas, quando a ministra chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, vai ler a mensagem presidencial na Câmara dos Deputados. A primeira sessão deliberativa na Câmara, porém, ficou para segunda-feira.  O presidente da Comissão Mista de Orçamento, senador José Maranhão (PMDB-PB), disse que só na terça-feira divulgará os cortes para adequar a proposta ao fim da CPMF. A pauta da Casa está trancada por seis medidas provisórias.  A volta dos trabalhos na Câmara também será marcada pela polêmica dos cartões corporativos e a tentativa da oposição de instalar uma CPI para investigar o assunto. O deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP) afirmou na semana passada que recolherá assinaturas para a instalação da Comissão assim que fossem retomados os trabalhos legislativos. Para instalar a CPI mista, são necessárias as assinaturas de pelo menos 171 deputados e 27 senadores.  A Controladoria Geral da União (CGU) vai investigar os gastos dos ministros da Secretaria Especial Política da Promoção da Igualdade Racial, Matilde Ribeiro, e da Pesca, Altemir Gregolin.  No Senado, o presidente Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN) informou que fará uma reunião com os líderes partidários para definir o calendário de votações.

Tudo o que sabemos sobre:
Congresso

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.