Congresso fará a ponte entre Fraga e servidores do BC

O Congresso Nacional deve anunciar, nesta quarta-feira, os parlamentares que formarão uma comissão para discutir com o presidente do Banco Central (BC), Armínio Fraga, a situação dos servidores da instituição. A informação foi dada, nesta terça, pelo presidente do Sindicato Nacional dos Funcionários do BC (Sinal), Sérgio Belsito.A principal reivindicação da categoria é o reajuste salarial de 75%. Há 15 dias, os trabalhadores do BC em São Paulo iniciaram uma greve por tempo indeterminado, que foi seguida pelos servidores que atuam no Rio de Janeiro e em Salvador. Nesta terça, os funcionários das agências de Curitiba, Recife e Brasília aderiram ao movimento por 24 horas.Em assembléia-geral realizada na tarde desta terça, os servidores do BC das três cidades decidiram manter a paralisação nesta quarta.Os trabalhadores de Belém optaram pela greve a partir desta quarta. "A adesão dos servidores destas cidades engrandece o movimento. A idéia é ficar em greve por um dia e, ao final do ?expediente?, fazer uma reavaliação da paralisação", explicou Belsito. As 10 agências do BC no País reúnem 4,2 mil funcionários.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.