Congresso é soberano para alterar reformas, diz Berzoini

O ministro da Previdência Social, Ricardo Berzoini, disse hoje que o Congresso Nacional é soberano para mudar qualquer aspecto da reforma da Previdência, mas que o governo vai defender sua proposta com argumentos e com a firmeza. Berzoini chegou para a reunião com a bancada do PT, na Câmara, para discutir a proposta de reforma previdenciária. Perguntado sobre a proposta do líder do PT, Nelson Pellegrino, de encontrar outras alternativas para impedir a cobrança da contribuição dos inativos, Berzoini disse que tem toda a disposição para dialogar. ?Mas evidentemente não podemos substituir uma contribuição específica do sistema previdenciário por uma contribuição para todo o povo brasileiro pagar. Estamos justamente procurando evitar essa situação: que todo o brasileiro pague a aposentadoria de uma quantidade pequena de brasileiros", disse. Sobre a disposição anunciada da senador Heloísa Helena (PT-AL) e do presidente do PDT, Leonel Brizola, de recorrer à Justiça para barrar a propaganda do governo em favor das reformas, Berzoini disse que o PT é um partido que tem regras e estatuto. "Portanto, qualquer iniciativa fora disso não tem valor algum".Veja o índice de notícias sobre as reformas

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.