MARCOS DE PAULA/ESTADÃO
MARCOS DE PAULA/ESTADÃO

Congresso da Abraji debate colaboração e jornalismo global

Maior e mais tradicional evento do tipo na América Latina tem início nesta quinta-feira, 28, e vai até este sábado, 30

O Estado de S.Paulo

28 de junho de 2018 | 05h00

A colaboração no jornalismo é um dos temas centrais do 13.º congresso da Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo), maior e mais tradicional evento do tipo na América Latina, que tem início nesta quinta-feira, 28, e vai até este sábado, 30.

Participarão dos debates e cursos mais de cem palestrantes, nove deles internacionais, vindos de países como Venezuela e Estados Unidos. Zuenir Ventura, um dos maiores repórteres brasileiros, autor dos livros 1968: O Ano que não Terminou (1998) e Cidade Partida (1994), será homenageado durante o congresso.

Entre os convidados internacionais estão o venezuelano Joseph Poliszuk, que contará sua experiência sobre o jornalismo no exílio, a editora investigativa do IDL-Reporteros (Peru), Romina Mella, a jornalista de dados e fundadora do peruano Convoca, Milagros Salazar, o diretor de Segurança Global do BuzzFeed, Jason Reich, o professor da Universidade de Exeter (Reino Unido) e especialista em fact checking Jason Reifler, e a repórter investigativa Marisa Kwiatkowski, do The Indianapolis Star. O congresso será encerrado com uma palestra de Stephen Engelberg, editor-chefe da ProPublica, veículo sem fins lucrativos que trabalha em pautas de interesse público nos Estados Unidos.

+++Projeto Comprova vai combater fake news nas eleições 2018

Será a primeira vez que os consórcios de jornalistas latino-americanos Investiga Lava Jato e a Red Estructurados, focados na cobertura da maior operação recente contra corrupção no Brasil, estarão lado a lado, trazendo suas experiências e mostrando como a colaboração transnacional pode fazer a diferença na cobertura de um tema tão complexo. Jornalistas do Estado também vão participar dos debates.

+++Vídeos falsos feitos com inteligência artificial podem ser danosos em campanhas eleitorais

Estarão em pauta ainda temas como cobertura da Amazônia, o crime organizado e seus diferentes aspectos, fake news e fact checking, o desafio de se proteger jornalistas em serviço, liberdade de expressão e diversidade nas redações, entre outros.

A grade completa pode ser vista no site do evento, e a inscrição pode ser feita no local (campus Vila Olímpia da Universidade Anhembi Morumbi, rua Casa do Ator, 275).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.