Congresso comunista reúne 65 partidos em SP

Foi aberto ontem em São Paulo o 10º Encontro Internacional de Partidos Comunistas e Operários, com a presença de 65 organizações, provenientes de 54 países. Na cerimônia de abertura foi lida uma mensagem de saudação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na qual ele disse reconhecer a luta dos comunistas "em defesa dos trabalhadores e do povo pobre", assim como "sua militância pela erradicação da miséria, da fome e da desigualdade entre os povos".Na mensagem, lida pelo secretário de relações internacionais do PC do B, José Reinaldo Carvalho, o presidente também lembrou a crise do "modelo neoliberal que influenciou as estruturas de poder e de produção da sociedade nas últimas três décadas" e disse que está na hora de o mundo debater o novo ciclo que se inicia. "Esta é a hora de redimir os trabalhadores - desde aqueles da terra e do chão da fábrica até os mais sofisticados laboratórios digitais", afirmou. "É preciso incentivar a produção."O encontro termina no domingo. Do conjunto de participantes, cinco representam partidos que estão no poder, na China, Cuba, Laos, Vietnã e Coréia do Norte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.