Congresso aprova créditos suplementares para os ministérios

O plenário do Congresso aprovou, na noite desta terça-feira, numa sessão intercalada entre duas sessões da Comissão Mista de Orçamento, 26 projetos que autorizam créditos suplementares no total de quase R$ 4 bilhões para os ministérios e promovem alterações no Plano Plurianual de Investimentos (PPA) para o período 2004-2007.Entre os créditos aprovados está a suplementação de R$ 1 bilhão para o Ministério dos Transportes e para a reserva de contingência do Tesouro Nacional. Os recursos deverão ser usados para dar continuidade ao programa de manutenção da malha rodoviária federal, além de despesas administrativas e de pessoal.A articulação dos créditos foi feita na reunião de segunda-feira da Junta Orçamentária, entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ministro da Fazenda, Antonio Palocci, o interino do Planejamento, Nelson Machado, e um representante da Casa Civil.Embora os parlamentares governistas afirmem que a votação rápida foi produto de acordo, a aprovação dos créditos pegou de surpresa o deputado Alberto Goldman (PSDB-SP). Ele pretendia utilizar a necessidade do governo de votar esses créditos para obstruir a votação e, assim, fazer pressões para negociar o Orçamento de 2005. Com a votação dos créditos suplementares, a oposição acabou ficando sem instrumento de pressão, reclamou Goldman.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.