Congresso adia sessão que apreciaria 20 vetos de Dilma

Pauta previa análise da proposta de flexibilização do fator previdenciário, mudança que constava do texto final da Medida Provisória 664

Daiene Cardoso, O Estado de S.Paulo

19 de agosto de 2015 | 11h35

BRASÍLIA - A sessão conjunta do Congresso Nacional para apreciar 20 vetos da presidente Dilma Rousseff foi cancelada. A sessão estava marcada para às 11 horas e poucos parlamentares estavam no plenário da Câmara dos Deputados quando foram comunicados do cancelamento.

A suspensão da sessão foi decidida pela presidência do Congresso, que não informou o motivo da decisão. Não há previsão de data para uma nova sessão.

Entre os vetos presidenciais em pauta, estava o referente à flexibilização do fator previdenciário, mudança que constava do texto final da Medida Provisória 664.

Desde março, as sessões para apreciação de vetos vêm sendo adiadas. A última tentativa de votação foi em 15 de julho, pouco antes do recesso parlamentar, mas por falta de quórum a sessão foi encerrada.

Tudo o que sabemos sobre:
CongressosessãovetosDilma Rousseff

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.