Congregação quer levar 2.500 peregrinos para canonização de Madre Paulina

A direção da Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição reservou 2.500 convites para os turistas e peregrinos que forem assistir à canonização de suafundadora, Madre Paulina, a primeira santa do Brasil, às 10horas da manhã de 19 de maio, em Roma. A cerimônia será na Praça de São Pedro, no Vaticano, onde o papa João Paulo II dará uma bênção especial ao brasileiros, no dia seguinte, provavelmente com a presença do presidente Fernando Henrique Cardoso."Calculamos o número de convites com base na solenidadede beatificação de Frei Galvão, que trouxe mais de 2 mil pessoas à Itália", informou irmã Célia Cadorin, postuladora (promotora) da causa de canonização, que atuou também no processo do frade franciscano. Duas agências de turismo, uma do Paraná e outra de São Paulo, organizaram pacotes de viagens que, além de Roma, incluem Vigolo Vattaro, a cidadezinha da região de Trento, no norte da Itália, onde nasceu Amabile Visintainer, a futura Madre Paulina do Coração Agonizante de Jesus .Irmã Célia, que já se encontra em Roma para preparardetalhes da cerimônia, prevê a participação de grande número de devotos e conterrâneos de Madre Paulina que gostariam de ter convites especiais para ficarem mais perto do altar do papa. "Só dos Estados Unidos virá um grupo de 80 pessoas", revelou a religiosa. Outro contingente expressivo será o de Trento e Vigolo Vattaro, onde vivem dezenas de membros das famíliasVisintainer, Micheloni, Pianezzer e Zamboni, todos parentes da nova santa.Presidente"Recebi da Embaixada do Brasil a confirmação oficial da notícia de que o presidente Fernando Henrique virá para a canonização, mas não sei ainda se ele assistirá também à missa de ação de graças na Igreja de Ges , às 8h30 de 20 de maio, segunda-feira", disse irmã Célia. Da igreja dos padres jesuítas, que fica perto da PiazzaVenezia, os brasileiros irão a pé, em procissão, até o Vaticano, para a bênção do papa.Comunicado da assessoria de imprensa do Itamaratyinforma, ainda sem detalhes, que o presidente terá uma audiência particular com João Paulo II. Segundo o embaixador brasileiro na Itália, Andrea Matarazzo, a agenda de Fernando Henrique incluirá compromissos de caráter político e econômico na Itália, paralelamente à programação no Vaticano, nos dias 19 e 20 de maio.Em Roma, os convites para a cerimônia poderão serobtidos na Colegio Pio Brasileiro, na Via Aurelia, 527 (telefone 66-0591), onde irmã Célia está hospedada. Além dos convites, os brasileiros receberão bandeirinhas verde-amarelas e broches com a imagem de Madre Paulina. Os ingressos, que serão distribuídos em pacotes de dez, não são indispensáveis, mas garantem acesso a áreas reservadas na Praça de São Pedro.PacotesOs brasileiros que quiserem assistir à cerimônia de canonização e estender o passeio por mais algunsdias na Itália pagarão de US$ 1.299 a US$ 2.160, com avião,viagens terrestres, hotéis e meia pensão (jantar e café damanhã), de acordo com a agência e o roteiro escolhidos. Todas as alternativas oferecidas incluem uma peregrinação a Vigolo Vattaro, onde os devotos poderão conhecer a casa em que nasceu Madre Paulina.Além de Roma, Trento e Vigolo Vattaro, a programação dasagências de turismo prevêem visitas a Florença, Assis, Pádua e Veneza, na Itália, e Fátima e Lisboa em Portugal ou a Lourdes e Paris na França. Os pacotes estão sendo organizados pela Genesis Turismo (telefone 3257-9511) em São Paulo e pela Magicway, de Curitiba, em parceria com a Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição. O contato, neste caso, é a irmã Adelina Cunha, diretora do Colégio São José, na cidade catarinense de Itajaí (telefone 047-348-3266).Cerca de 60 freiras brasileiras da congregação fundadapor Madre Paulina, que tem 540 irmãs em 11 países, deverão ir a Roma para a cerimônoia de canonização. "Não podem ir muitas porque, além de a viagem custar caro, há outros compromissos aqui", observou irmã Gema Dastefani, uma das conselheiras da Casa Geral, no bairro do Ipiranga, em São Paulo. Terão preferência para viajar aquelas que ainda não conhecem Roma e Vigolo Vattaro.As irmãzinhas da Imaculada Conceição promoverão missasem ação de graças nas cidades de São Paulo, Bragança Paulista (SP), Rio Branco (AC), e Vigolo (SC), entre 9 de junho e 14 de julho, para comemorar a canonização de sua fundadora. "Em Santa Catarina, haverá também uma caminhada de 57 quilômetros, feita a pé, nos dias 3 e 4 de maio, de Itajaí a Vírgolo, onde Madre Paulina morou e onde iniciou sua obra", informa irmã Adelina. Os participantes da peregrinação farão um treinamento para a Romaria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.