Confronto entre polícias em SP 'é deplorável', diz Lula

Em viagem a Moçambique, presidente critica enfrentamentos em SP.

Daniel Gallas, BBC

17 de outubro de 2008 | 10h21

O presidente Luís Inácio Lula da Silva disse que o confronto entre policiais civis em greve e tropas de choque da polícia militar (PM) na quinta-feira, em São Paulo, é "deplorável"."Eu não sei qual é o problema, eu sei que tem um problema de reivindicação. Houve um confronto entre a polícia civil e a polícia militar", disse Lula, em visita oficial a Moçambique."É uma coisa deplorável que aconteça esse conflito, entre dois órgãos importantes do Estado, que não poderiam entrar em conflito."Segundo o presidente, "o governo federal só pode entrar se o governo estadual permitir. Agora eu penso que o governo (estadual) tem toda as condições de resolver esse problema".O confronto em São Paulo ocorreu quando os policiais grevistas tentaram furar uma barreira das tropas de choque da PM para protestar em frente à sede do governo, o Palácio dos Bandeirantes.Alguns dos manifestantes estavam armados e os PMs reagiram com bombas de gás lacrimogêneo e disparos com balas de borracha.Há informações de que cerca de 25 pessoas ficaram feridas.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
são paulopolíciaconfronto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.