Confirmado 1º caso de dengue hemorrágica em Santos

O Instituto Adolfo Lutz confirmou hoje o primeiro caso de dengue hemorrágica na Baixada Santista. O paciente José Alexandre Fiusa de Melo Cardoso, de 32 anos, é morador de Santos, na Rua Alfaia Rodrigues, Aparecida, e ficou internado duas semanas, na Casa de Saúde. Ele deve sair hoje ou amanhã do hospital. Nos últimos dias, em Santos, apenas dois casos de pacientes hospitalizados apresentavam sinais indicativos de dengue hemorrágica: uma menina de 5 anos, internada no Hospital Ana Costa (ainda na UTI, mas com melhora no quadro clínico), e José Alexandre na Casa de Saúde. Segundo o site do jornal A Tribuna, a Secretaria de Saúde informou que José Alexandre se contaminou na própria residência, onde os agentes que trabalham no combate à dengue acharam um grande criadouro de mosquito na calha. O caso da criança internada no Hospital Ana Costa ainda não tem definição. Os casos de dengue tipo clássica na Baixada Santista somam 1.351, segundo balanço divulgado na última sexta-feira pela Direção Regional de Saúde (DIR-19). Há ainda o registro de três casos ´importados´, nas cidades de Itanhaém (1), Bertioga (1) e Peruíbe (1). O município de São Vicente possui 641 notificações. Santos tem 539. Em terceiro lugar, vem a cidade de Cubatão, com 70 casos. Praia Grande está com 66, e Guarujá, 35.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.