ANDRE DUSEK / ESTADÃO
ANDRE DUSEK / ESTADÃO

Confira como será a cobertura do 'Estado'

A cobertura especial do Estadão para a votação do pedido de impeachment conta com diversas plataformas de notícias em tempo real e análises dos desdobramentos da crise política

O Estado de S.Paulo

11 de maio de 2016 | 07h44

A cobertura especial do Estadão para a votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff no Senado conta com diversas plataformas. Haverá notícias em tempo real, análise dos desdobramentos da sessão histórica na TV Estadão e na transmissão ao vivo da Rádio Estadão, além da edição do jornal impresso.

O Estadão fará no site um acompanhamento em tempo real da sessão do Senado, que começa às 9h desta quarta-feira, 11, e que trata do processo de impedimento de Dilma com base nas chamadas pedaladas fiscais e em decretos orçamentários assinados por Dilma sem a autorização do Congresso. A tendência, segundo o Placar do Impeachment, é que os senadores aprovem a saída da presidente.

O Estado foi o primeiro jornal a publicar o Placar do Impeachment, ferramenta online que mostra a posição pública dos parlamentares a respeito do assunto.

No período da tarde também haverá transmissão ao vivo da TV Estadão e durante todo o dia a Rádio Estadão acompanhará os desdobramentos dos acontecimentos em Brasília.

A cobertura contará ainda com ferramentas de monitoramento das redes sociais, que vão mostrar em tempo real o que os senadores envolvidos na votação estão comentando, fotos e comentários dos internautas, assim como a repercussão da imprensa internacional sobre a crise política brasileira.

Ainda nesta quarta-feira, o acesso ao Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado especializado em política, foi liberado para não assinantes. Para acompanhar, basta acessar o link.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.