Condenados jovens que mataram índio Galdino

Os sete jurados decidiram na madrugada deste sábado, no Tribunal de Justiça de Brasília, que Max Rogério, Tomás Oliveira Almeida, Eron Chaves de Oliveira e Antônio Novélly Nova são culpados por homicídio doloso triplamente qualificado pela morte do índio pataxó Galdino Jesus dos Santos, em 21 de abril de 1997. A sentença foi anunciada pela juíza Sandra de Santis. Os quatro acusados foram condenados a 14 anos de prisão. Por se tratar de crime hediondo, a pena será cumprida em regime fechado, sem direito a liberdade condicional. O advogado de Eron Chaves e Tomás Oliveira, Raul Livino, disse que irá recorrer da sentença ao Tribunal de Justiça de Brasília.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.