Condenado laboratório que errou diagnóstico para aids

O laboratório Fleury foi condenado a pagar indenização de 300 salários mínimos (R$ 78 mil) à Donato Silva Filho, por danos morais decorrentes de um diagnóstico errado atestando que ele era soropositivo para o vírus HIV.O juiz Vitor Frederico Kumter, da 27ª Vara Cível de São Paulo, mandou ainda somar o valor com juros e correção monetária, a partir de 13 de setembro de 1996, data em que foi fornecido o resultado incorreto. O erro de diagnóstico só foi descoberto meses depois, através de novos testes.Na defesa, o laboratório Fleury alegou que não coletou as amostras, nem as armazenou e muito menos as transportou para São Paulo. As amostras foram colhidas em Sorocaba, no Centro Médico de Diagnóstico, que tem parceria com o Fleury.O juiz decidiu porém que ?sem sombra de dúvida falhou o laboratório Fleury, não só em confiar no material oferecido, mas por não ter feito confirmação do exame". O laboratório pode recorrer ao Tribunal de Justiça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.