Condenado a 18 anos primeiro réu do caso Celso Daniel

O juiz Antonio Augusto Galvão de França Hristov, do Fórum de Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, condenou hoje Marcos Roberto Bispo dos Santos a 18 anos de prisão pela participação no sequestro e assassinato do prefeito de Santo André (SP) Celso Daniel. A pena é seis anos acima da sentença mínima para os crimes.

FAUSTO MACEDO, Agência Estado

18 de novembro de 2010 | 18h06

Santos não compareceu ao júri, já que está foragido. Segundo a acusação, ele participou do arrebatamento da vítima, na noite de 18 de janeiro de 2002. O promotor sustentou que Santos conduziu uma perua Blazer com Celso Daniel mantido refém até um cativeiro na favela Pantanal, em Diadema. Depois, em um carro Santana, Santos teria conduzido Celso Daniel para outro cativeiro, em Juquitiba, próximo a Itapecerica da Serra. O corpo foi encontrado na estrada de terra de Itapecerica.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.