Fotos: Ed Ferreira/Estadão
Fotos: Ed Ferreira/Estadão

Condenadas do mensalão vão para Complexo da Papuda

Ex-presidente do Banco Rural Kátia Rabelo e a ex-diretora da SMP&B Simone Vasconcelos deixaram Superintendência da PF em Brasília na noite dessa segunda

Atualizado às 13h32, Leonencio Nossa - Agência Estado

19 de novembro de 2013 | 10h52

A ex-presidente do Banco Rural Kátia Rabelo e a ex-diretora da SMP&B Simone Vasconcelos, condenadas pelo processo do mensalão e presas em Brasília desde o fim de semana, foram transferidas na noite dessa segunda-feira, 18, da Superintendência da Polícia Federal para uma unidade da Polícia Militar dentro do Complexo Penitenciário da Papuda. Na manhã desta terça-feira, 19, elas tiveram direito a banho de sol, escoltadas por policiais.

O juiz decidiu enviá-las para a Papuda porque o Presídio Feminino da Colmeia, na Região Administrativa do Gama (DF), não oferecia condições de segurança para alojá-las. Os demais condenados presos também estão na Papuda.

Kátia foi condenada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a quase 17 anos de reclusão pelos crimes de formação de quadrilha, gestão fraudulenta, lavagem de dinheiro e evasão de divisas. A defesa de Kátia pediu transferência para Belo Horizonte, onde mora.

Simone Vasconcelos foi condenada a 12 anos e 7 meses pelos crimes de corrupção ativa, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e evasão de divisas. A pena será cumprida em regime semiaberto.

Tudo o que sabemos sobre:
mensalãopresastransferência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.