Condenações já tornam julgamento histórico, diz Aloysio

O líder do PSDB no Senado, Aloysio Nunes (SP), disse hoje que o recuo do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a condenação dos réus do mensalão por crime de formação de quadrilha não diminui a grandeza histórica do julgamento. "O que é importante é que se dá um sinal claro do fim da impunidade".

DÉBORA ÁLVARES, Agência Estado

27 de fevereiro de 2014 | 14h32

Para o senador, o fato de ter havido uma condenação que culminou em prisão de pessoas poderosas na política já torna o julgamento histórico. "Independentemente do número de anos que uma pessoa vai ficar na prisão, e estar na prisão é sempre um castigo terrível, o fato é que, pela primeira vez, pessoas nesse nível de poder foram levadas perante a Justiça, acusadas de terem cometido um crime, e condenadas", avaliou o senador.

Na manhã desta quinta-feira, 27, o Supremo finalizou o julgamento de recursos do mensalão. A maioria da Corte absolveu oito condenados pelo crime de formação de quadrilha, entre eles o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu.

Tudo o que sabemos sobre:
mensalãoAloysio Nunes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.