Compromissos serão assumidos por Marina, diz Casagrande

O governador afirmou que não há desconforto sobre a tendência de Marina negar presença em palanques como o de São Paulo

ERICH DECAT, Estadão Conteúdo

20 de agosto de 2014 | 17h17

O governador de Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), afirmou nesta quarta-feira que todos os compromissos assumidos por Eduardo Campos serão mantidos por Marina Silva. O governador foi um dos integrantes da reunião das cúpulas do PSB e da Rede realizada na Fundação João Mangabeira, em Brasília, em que se discutiu a composição da chapa presidencial que será encabeçada por Marina e terá como vice o deputado Beto Albuquerque (PSB-RS). "Tudo que foi combinado com Eduardo será mantido", afirmou Casagrande.

O governador também afirmou que não há nenhum desconforto dentro do partido sobre a tendência de Marina negar presença em palanques como o de São Paulo, onde o PSB está unido ao PSDB na disputa do governo estadual. "Ela poderá não ir em um ou outro palanque, mas o partido estará presente", ressaltou.

Já governador de Pernambuco, João Lyra Neto, afirmou que há "absoluta sintonia" entre os vários setores do PSB com a candidatura presidencial de Marina Silva. "Hoje, quando se sentaram Marina e seus companheiros da Rede, nós chegamos a um entendimento, com sintonia absoluta", disse.

Eleito ao lado de Eduardo Campos, Lyra assumiu a vice-governadoria em 2007, então pelo PDT. Em 2013, filiou-se ao PSB. Neste ano, com a desincompatibilização de Campos para disputar a Presidência da República, assumiu o governo estadual.

No encontro de hoje, também foram discutidos os próximos passos que deverão ser dados pela campanha presidencial do PSB. O primeiro ato de campanha de Marina Silva já como candidata ao Planalto deve ocorrer neste próximo final de semana em Recife (PE), reduto eleitoral de Eduardo Campos. Campos, que era o candidato do PSB à Presidência da República, morreu na semana passada em um acidente aéreo em Santos, no litoral paulista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.