"Comprei 667 votos", denuncia cabo eleitoral no Pará

O procurador eleitoral do Pará, Felício Pontes Júnior, recebeu denúncia do cabo eleitoral Edvan Abreu de Souza, que afirma ter comprado 367 votos em Rurópolis, no sudoeste do Estado, para ajudar na eleição do candidato vencedor à prefeitura do município, Aparecido Florentino Ferreira, e de vereadores da coligação Rurópolis para Todos, formada pelos partidos PP, PTB, PSDB, PFL, PL, com apoio do PMDB. Ele contou em depoimento, entregando provas sobre o que denunciava, que resolveu falar porque levou calote de Ferreira. "Estou vivendo escondido, tenho certeza de que eles vão me matar", disse Souza.No total, segundo ele, teriam sido comprados 667 votos, sendo 367 antes da eleição e os outros 300 no dia do pleito, fazendo boca de urna.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.