Compadre de Lula é intimado para depor na CPI dos Bingos

A Polícia Federal localizou o compadre do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, advogado Roberto Teixeira, em seu escritório na capital paulista. O advogado foi convocado para depor nesta terça-feira, às 11 horas, na CPI dos Bingos. De acordo com a assessoria da comissão, a Superintendência da PF em São Paulo estava desde o último dia 4 tentando localizar Teixeira.Ainda segundo a assessoria da CPI, agentes da PF aguardam Teixeira sair de uma reunião para lhe entregar a intimação para depor. Ele foi convocado para prestar esclarecimentos sobre denúncias feitas pelo ex-secretário de Finanças das prefeituras de São José dos Campos e Campinas durante administrações petistas Paulo de Tarso Venceslau.Paulo de Tarso afirma que uma empresa a que Teixeira era ligado - a Consultoria para Empresas e Municípios (Cepem) - teria montado um esquema de contratos, sem licitação, com prefeituras petistas para obter vantagens em cima de valores irreais da arrecadação do ICMS.Na reunião desta terça-feira, além de ouvir Teixeira, a CPI dos Bingos deverá também votar requerimentos de convocação do ex-presidente da Caixa Econômica Federal Jorge Mattoso; do ex-secretário de imprensa do ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci, Marcelo Netto; o secretário de Direito Econômico do Ministério a Justiça, Daniel Goldberg, e o chefe de gabinete do ministro Márcio Thomaz Bastos, Cláudio Lacerda. A CPI poderá votar, ainda, requerimento propondo acareação entre Mattoso e Palocci.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.