Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

‘Como candidato, venci os dois’, diz Doria sobre eventual chapa Haddad-Marta

Governador afirma que atual prefeito, Bruno Covas, vai ‘repetir a performance’ em 2020

Pedro Venceslau e Nicholas Shores, O Estado de S.Paulo

06 de dezembro de 2019 | 17h48

O governador de São Paulo, João Doria, afirmou nesta sexta-feira, 6, que, como candidato, venceu Fernando Haddad e Marta Suplicy em eleição e que o prefeito Bruno Covas (PSDB) “repetirá a performance” em 2020.

A declaração de Doria se referia a possibilidade de uma eventual chapa formada por Haddad e Marta, ambos ex-prefeitos, para a disputa da Prefeitura de São Paulo, como revelou o Estado na quinta-feira. “Como candidato venci os dois, e venci junto com (o prefeito de São Paulo) Bruno Covas, e ele vai repetir a performance ano que vem”, disse Doria, que foi eleito prefeito em 2016, no primeiro turno, derrotando Haddad (PT) e Marta (então no MDB).

Sem partido, Marta tem dito a interlocutores que o retorno dela ao PT está praticamente descartado devido às resistências de setores da sigla. No entanto, o ex-presidente Lula articula para 2020 uma coligação que tenha Haddad como candidato à prefeito pelo PT e Marta como vice – ela mantém conversas com PDT e com o Solidariedade.

Doria, por sua vez,  já defendeu publicamente uma aliança entre o prefeito Bruno Covas e a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) na disputa pela Prefeitura. “Por que não (uma chapa unificada)? O Bruno é o candidato do PSDB e será reeleito. A Joice é uma deputada brilhante”, afirmou o governador na semana passada.

Covas já recebeu apoio explícito de Doria para tentar a reeleição, ao retomar a rotina na Prefeitura após internação para tratar um câncer na região do estômago.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.