Comitiva presidencial na Alemanha têm 2 casos de gripe suína

Funcionários tiveram contato com o presidente Lula, mas delegação segue viagem ao Brasil

Andrei Netto, da Agência Estado,

04 de dezembro de 2009 | 13h12

Dois integrantes da comitiva do presidente Luiz Inácio Lula da Silva estão com gripe A (H1N1). A revelação foi feita na tarde desta sexta-feira, em Hamburgo, e foi confirmada pela delegação. Os funcionários são um segurança da presidência e um membro da tripulação, sub-oficial da Aeronáutica.

 

As suspeitas de gripe A surgiram na noite de quinta-feira, quando os dois membros da delegação tiveram febre de 38,5o. Às 20h de ontem, eles foram submetidos a exames em um hospital de Hamburgo. Apesar disso, seguiram trabalhando. Nesta sexta-feira, 4, quando ambos já estavam no aeroporto, à espera do embarque para o Brasil, o resultado do exame foi revelado.

 

Os nomes dos dois funcionários não serão divulgados, pelo menos até que suas famílias sejam informadas. Eles foram retirados da delegação e permanecerão em Hamburgo, recebendo medicação. O Itamaraty decidiu pela permanência de uma diplomata na cidade para acompanhar a evolução do caso.

 

De acordo com informações da assessoria da presidência, os dois funcionários portadores da gripe tiveram contato com Lula ao longo de duas etapas da turnê europeia: Lisboa e Hamburgo. Nenhuma medida preventiva havia sido adotada em relação ao presidente até o início do voo para o Brasil.

 

A delegação deve partir a caminho de Brasília dentro de instantes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.