Comitê começa em maio a discutir pacto

O comitê gestor do pacto republicano, criado para dar mais agilidade e efetividade ao Judiciário, inicia os trabalhos no próximo mês. A ideia é reunir pontos e projetos de consenso sobre a Justiça para serem aprovados no Congresso. O pacto foi discutido em encontro ontem entre líderes partidários e o presidente do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes. O grupo de trabalho será formado por dois representantes do Executivo, dois do Judiciário, dois do Senado e dois da Câmara.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.