Comissões da Câmara rejeitam convocar Mercadante

As comissões de Ciência e Tecnologia e de Fiscalização Financeira e Controle rejeitaram hoje requerimentos para convocar o ministro Aloizio Mercadante para falar sobre o caso dos ''aloprados". Reportagem da revista Veja acusa o ministro de ser o mentor da compra de um dossiê contra o tucano José Serra em 2006. A matéria tem como base entrevista de Expedito Veloso, petista que trabalha atualmente no governo do Distrito Federal.

EDUARDO BRESCIANI, Agência Estado

29 de junho de 2011 | 14h04

Nas duas comissões a oposição foi derrotada pela ampla maioria governista. Os deputados da base aliada destacaram que Mercadante já falou sobre o tema no Senado e consideraram as denúncias "requentadas".

Na Comissão de Fiscalização, o tema deve voltar aos debates na próxima semana. Wanderlei Macris (PSDB-SP) retirou de pauta outros requerimentos que tratavam do escândalo. Após o debate na comissão, a oposição espera a adesão de governistas para que seja aprovado apenas um convite a Mercadante. Nessa hipótese, o ministro só iria se desejasse.

A oposição vai tentar também convocar a ministra Ideli Salvatti (Relações Institucionais). Em 2006 ela teria participado de uma reunião para discutir a compra do dossiê. O requerimento de convocação da ministra também foi retirado e deve voltar à pauta na semana que vem. A oposição acredita que, com a insatisfação da base em relação à liberação de emendas parlamentares, pode ser possível conseguir apoio para convocar a ministra.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.