Comissão pede que Bezerra cumpra "quarentena"

A Comissão de Ética Pública (CEP) ordenou ao senador Fernando Bezerra (PMDB-RN) que "cumpra a quarentena de quatro meses, para só então assumir, se o desejar, o cargo de presidente da CNI (Confederação Nacional da Indústria)". A informação sobre a determinação da CEP consta de nota distribuída hoje pelo seu secretário-executivo, Mauro Bogéa Soares. Bezerra estava licenciado da Presidência da CNI enquanto exercia o cargo de ministro da Integração Nacional, do qual se demitiu na terça-feira, anunciando que reassumiria imediatamente o mandato de senador e o comando da confederação. Na nota distribuída hoje, Mauro Soares informa que a decisão da CEP foi adotada em reunião realizada ontem. Segundo Soares, a quarentena é necessária em cumprimento ao artigo 15 do Código de Conduta da alta Administração Federal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.