Comissão do Senado quer explicações do ministro

O presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado, Heráclito Fortes (DEM-PI), defendeu ontem a convocação do ministro da Justiça, Tarso Genro, para explicar por que concedeu status de refugiado político a Cesare Battisti.O senador considera estranho o fato de o ministro ter concedido o refúgio ao extremista condenado por assassinatos na Itália após ter permitido a repatriação dos pugilistas cubanos Erislandy Lara e Guillermo Rigondeaux. Os dois haviam desertado da delegação cubana durante os Jogos Pan-Americanos de 2007, no Rio. "A decisão do ministro foi esquisita e incoerente", comentou o parlamentar piauiense.Na opinião do senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE), que também faz parte da comissão, a atitude do ministro expõe uma vez mais "as contradições da política externa brasileira no governo Lula".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.