EFE
EFE

Comissão do Senado aprova reduzir salário de parlamentares em R$ 7 mil

Se aprovada, medida pode impactar salários de deputados estaduais e vereadores

O Estado de S.Paulo

29 de novembro de 2016 | 16h38

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado aprovou nesta terça-feira, 29, texto do projeto de lei que reduz o subsídio mensal de senadores e deputados dos atuais R$ 33.763,00 para R$ 26.723,13.

A versão original do projeto, de 2015, cuja autora é a senadora Gleisi Hoffman (PT-PR), diminuiria o subsídio dos parlamentares em 10%. No entanto, a relatora do projeto, Regina Sousa (PT-PI), decidiu aumentar o corte fixou o valor em R$ 26 mil, o que representa 20,85%. A quantia ficaria congelada por prazo indeterminado, enquanto vigore qualquer impedimento à concessão de reajustes a servidores públicos.

A medida pode impactar todas todas as Casas Legislativas do País, pois o subsídio dos parlamentares do Congresso serve de referência para a remuneração de deputados estaduais e vereadores. Agora, o texto vai a plenário e, se aprovado, seguirá para a Câmara dos Deputados.

Tudo o que sabemos sobre:
Congresso Nacional

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.