Comissão deve votar ainda hoje prorrogação da CPMF

Com uma hora de sessão, a Comissão Especial que examina a proposta de prorrogação da CPMF votou apenas um requerimento do deputado Paulo Bornhausen, que pedia que fosse feita a leitura do expediente e das atas das reuniões anteriores antes da votação do relatório do deputado Antônio Palocci (PT-SP). O requerimento foi rejeitado, mas existem outros 21 para serem analisados. A estratégia da oposição é atrasar, ao máximo, a votação do relatório que, no entanto, deve ser votado ainda hoje. O governo tem maioria na Comissão e está com a base aliada garantindo quorum na sessão. O governo tenta inverter a pauta para agilizar a sessão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.