Comissão de Ética do PT adia reunião sobre radicais

O presidente da Comissão de Ética do PT, Danilo Camargo, informou ao presidente do PT, José Genoino, que adiou a reunião da comissão, marcada para este domingo, na qual seria analisado o pedido da Executiva do partido para que sejam punidos os deputados João Batista de Araújo, conhecido por Babá (PA), e Luciana Genro (RS), bem como a senadora Heloísa Helena (AL), por sua posição ostensiva contra as reformas propostas pelo governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo Genoino, Camargo - que é também dirigente do diretório do PT em São Paulo - justificou o adiamento argumentando que há fatos novos, tais como a decisão da bancada petista na Câmara de afastar os deputados Luciana Genro e João Fontes (PT-SE) da bancada. Eles divulgaram uma fita de vídeo contendo um discurso feito em setembro de 1987 pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, manifestando-se contra a reforma da Previdência e, de forma indireta, chama o então presidente José Sarney de ?ladrão?. Camargo disse a Genoino que há um material que está chegando a suas mãos que ele quer examinar, antes de marcar nova data para a reunião da Comissão de Ética.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.