Comissão de 8 deputados terá acesso a dados de Lula no TCU

Acordo permitiu criação de quatro sub-relatorias para investigação na CPI mista dos cartões corporativos

Agência Brasil

17 de abril de 2008 | 16h20

Um acordo de procedimento permitiu a criação de uma comissão de oito parlamentares que irá ao Tribunal de Contas da União (TCU) ter acesso aos dados sigilosos das auditorias feitas nas contas da Presidência da República. Os nomes dos oito deputados (quatro da base governista e quatro da oposição)devem ser divulgados nesta quinta-feira, 17. A presidente da CPI mista dos cartões corporativos, senadora Marisa Serrano (PSDB-MS), aguarda a indicação dos partidos.   Marisa avisou que nas visitas ao TCU será proibido o uso de celulares, cartões de memória, máquinas fotográficas ou qualquer aparelho eletrônico que permita a divulgação das informações.   Na última terça-feira, acordo permitiu a criação das quatro sub-relatorias (de sistematização, de fiscalização de gastos, de controle e fiscalização de auditorias e de aprimoramento legislativo).     "Espero que não (haja vazamento dos dados), tenho feito o possível para que isso não aconteça. Para coibir, pelo menos para a saída de documentos, o vazamento, estamos proibindo a entrada de celular e de qualquer outro equipamento que possa transcrever ou fotografar os documentos", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
CPI dos cartõescartões corporativos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.