Comissão da Previdência discute se vota hoje ou amanhã

A comissão especial da reforma da Previdência se reúne hoje pela manhã com a garantia dada ao governo pelos partidos aliados de que o relatório do deputado José Pimentel (PT-CE) será aprovado sem alterações. O governo vai avaliar durante a sessão da comissão se insistirá na votação ainda hoje da proposta ou se vai apenas adiantar a discussão, deixando para amanhã a decisão. Os principais partidos de oposição, PSDB e PFL, declararam ontem que não vão usar mecanismos de obstrução, mas querem discutir o mérito da proposta. Na avaliação de líderes governistas, serão apresentados no mínimo 4 e no máximo 8 destaques, que vão exigir votações separadas. Para o governo, o essencial é aprovar o texto básico ainda nesta semana para dar uma demonstração de unidade e coesão de sua base aliada. Com a aprovação do relatório, o governo pretende ainda sinalizar para o mercado de que tem uma base sólida e força para fazer as reformas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.